Arquivo da tag: CIÁTICO DOR POSTURA

DOR DE CIÁTICO

Esta dor tem ligação direta com nossos hábitos diários, excesso de peso, patologias da coluna e até mesmo com nossa postura durante o expediente de trabalho e em nosso momento de lazer.

Podemos encontrá-la sendo chamada de dor isquiática, dor de ciático e/ou ciatalgia. Este é o maior nervo do corpo, mas não é por essa questão que tem essa fama toda e sim pela dor que ele proporciona quando é comprimido.

Alguns estudos apresentam um aparecimento de ciatalgia em 15% da população. Pelos dados anatômicos que já foram estudados, este nervo parte da coluna vertebral se ramificando para as pernas. Por conta desta anatomia, manifesta uma dor “fina” e as vezes aguda, tanto na região glútea como em qualquer região lateral posterior das pernas.

A dor isquiática é muita das vezes apurada como uma contração da musculatura do piriforme, mas este estresse do nervo pode estar também associado a um alongamento exagerado desta musculatura. Essa dor também pode ocorrer por conta de estresses traumáticos como a prática extenuante de exercícios físicos, por isso aconselho que não abuse da prática, deixando também, o corpo descansar!

Essa forma de manifestação de dor, segundo estudos, mostra que quase metade da população poderá ter este problema em alguma fase da vida, mas uma pequenina faixa destas pessoas que sofrerão com a ciatalgia terá um déficit motor e/ou sensitivo.

A dor isquiática não é uma patologia, mas sim um sintoma, por isso ao sentir qualquer forma de alteração nesta região do corpo procure orientação médica para investigar o motivo da sua dor e caso esteja engajado em um programa de exercícios, diminua a intensidade da prática até que o problema seja sanada.

ALGUMAS DICAS DE COMO PREVENIR A DOR DO CIÁTICO

  1. Vícios posturais – são as posturas pobres que assumimos durante um dia, seja ele de trabalho ou até mesmo de lazer. Por isso evite manter-se muito tempo na mesma postura ou até mesmo adquirir uma postura pobre.
    Dor em decúbito dorsal
    Foto: juanito1948/flickr.com
  2. Fatores psicossomáticos – são relacionados com a grande quantidade de informações que recebemos durante todo tempo. Essas informações nos causam stress e com isso abalam nossa estrutura física. Faça pausa durante o trabalho e reserve algumas horas do seu dia para cuidar especialmente de você.
    Estresse causa tensão e dor
    Foto: Brandilyn Photography/flickr.com
  3. Sobre carga excessiva no treinamento com pesos – a sobrecarga deve ser respeitada para que não haja compressão da estrutura causando dor. Evite os excessos!
    Dor isquiática por sobrecarga no Leg press
    Foto: whitingke/flickr.com
  4. Falta de mobilidade e flexibilidade da região do quadril – busque sempre estimular sua flexibilidade e a mobilidade desta região, isso ajudará a aumentar a lubrificação da estrutura e a aliviar dores trazendo mais saúde à sua articulação.
    Alongamento alivia a dor
    Foto: salvadorfornell/flickr.com
  5. Impactos constantes como por exemplo na prática exagerada de corrida – o EXCESSO de treino nas corridas não lesiona apenas seu joelho, mas também seu quadril e coluna, sendo assim busque orientação com um profissional de Educação Física para a montagem de seus treinos.
    Excesso de treino causa dor
    Foto: Arnaldo Alves/flickr.com
  6. Fortalecimento ou alongamento excessivo da musculatura do piriforme – o ato de cruzar as pernas em muitos casos aliviam a dor causada pelo ciático, enfim, há casos que o alongamento excessivo desta região do quadril também pode levar ao quadro de dor, por isso é sempre importante ter um diagnóstico de imagem para ter a certeza da causa de sua dor.
    Redução da dor de ciático
    Foto: Azlin Solar/flickr.com

Apesar de todas as dicas aqui citadas é sempre importante ter o posicionamento de um profissional da área da saúde especializado em dor. Não deixe de praticar atividade física, mas em casos de dor ou lesão respeite o tempo de recuperação para que não agrave o diagnóstico.

Então, gostou de nosso artigo? Aproveite e deixe seu email na barra lateral a direita, será um prazer enviar-lhe novos posts sobre saúde e qualidade de vida.

Fabio LamegoFabio Lamego é professor de Educação Física com seis anos de experiência na área da saúde, tem seu enfoque nas atividades de melhoria da saúde como o Método Pilates. Gosta de atividades ao ar livre e curte viagem, praia e sol, ah, se for os três juntos é melhor ainda!