Pilates com bola

HISTÓRICO DO MÉTODO PILATES

Foto: Carol Abrantes/flickr.com
Foto: Carol Abrantes/flickr.com

Pilates é um termo utilizado para designar uma modalidade de ginástica, criada por Joseph Humbertus Pilates. “Joe”, como era conhecido, nasceu em 1883, filho de “Fritz”, mecânico que se tornou um grande ginasta, e Helena que acreditava na estimulação corporal para a cura. Acredita-se que daí surgiu o interesse de Joe para a abordagem da saúde. Joseph era apelidado por seus amigos como “Pôncio Pilates”. Ele teve muitos problemas de saúde como asma, raquitismo, febre reumática. Atordoado com tantas dificuldades ele se dedicou aos estudos, estudava Yoga, Zen Budismo, regimes Gregos e Romanos, então buscou a prática do exercício físico para se defender. Com 14 anos de idade posava para quadros de anatomia por ter um corpo magro e altamente definido. Das práticas esportivas, praticou inúmeras, e nesta época tornou-se especialista em cultura física.

Na primeira guerra mundial, por ter ele nacionalidade Alemã, foi preso em uma turnê circense em Londres e mandado aos campos de concentração. Lá começou a ajudar nos cuidados dos enfermos e mutilados da guerra, tendo ele uma única condição, não poderia retirar enfermos da cama, por esse motivo passou a utilizar molas de camas e equipamentos velhos para auxiliar na mobilidade e fortalecimento destes enfermos.

Gypsey/flickr.com
Foto: Gypsey/flickr.com

Seus exercícios passaram a ser reconhecidos como técnica por não ocorrer morte em nenhum dos pacientes daquele campo de concentração no período de grande epidemia de Influenza no fim da guerra.

O método criado por Joseph era chamado por ele de “Contrologia”, sendo este a forma mais tradicional da prática do Pilates na atualidade. Esta prática tem seus fundamentos, que são 7: movimento, controle, centralização, concentração, fluidez, precisão e respiração.

Podemos concluir a importância da qualidade de execução dos movimentos não deixando que a quantidade interfira na qualidade, não só durante o exercício físico, mas também durante as atividades da vida diária.

Pilates dizia que: “Se o indivíduo com 20 anos de idade está encurtado, é um velho. Porém se tem 60 anos e tem flexibilidade e força é um jovem.” Esta afirmação feita por ele deixa clara a sua preocupação com o bem estar e a saúde. Mostra que a idade não é nenhum limitador para o corpo, mas sim a falta de movimentação corporal.

Sendo assim, recomendo que experimente conhecer este fascinante método na prático.

flickeando2010/flickr.com
Foto: flickeando2010/flickr.com

Hoje, não só no Rio de Janeiro, mas no mundo podemos encontrar estúdios que ofertam aulas experimentais, totalmente gratuitas, que lhe permitem conhecer este método e seus exercícios. Os preços podem variar de acordo com os horário, quantidade de alunos por turma, dias de prática e a localização do estúdio.

Criado com intuito de recuperar pacientes debilitados, hoje o método Pilates tornou-se um ícone por trabalhar o corpo como um todo, respeitando a especificidade de cada indivíduo, independentemente de seu estado físico e emocional.

Texto com base no livro: Contrologia: o Método Pilates original. 2010. Professor Sérgio Ribamar.

Então, gostou de nosso artigo? Aproveite e deixe seu email na barra lateral a direita, será um prazer enviar-lhe novos posts sobre saúde e qualidade de vida.

Fabio LamegoFabio Lamego é professor de Educação Física com seis anos de experiência na área da saúde, tem seu enfoque nas atividades de melhoria da saúde como o Método Pilates. Gosta das atividades ao ar livre e curte praia.

2 ideias sobre “HISTÓRICO DO MÉTODO PILATES”

Deixe seu comentário...