Percentual de gordura na obesidade infantil

OBESIDADE INFANTIL

A obesidade infantil está se tornando a cada década um problema de saúde pública com expansão mundial. Em todos os países do mundo temos inúmeros casos de obesidade na infância, mas já pode ser constatado que suas causas são a inatividade física, o sedentarismo e principalmente a má alimentação. É fato, que todos esses quilos ganhos na fase da infância tem uma grande parcela de culpa da má alimentação, e ao pararmos para analisar, podemos até justificar outro culpado, a falta de movimentação por conta do grande tempo perdido em frente a tela de um computador ou até mesmo do último console lançado no mercado.

Obesidade infantil
Fonte: Carolina Ritter Ribeiro/flickr.com

O aumento de peso no ser humano pode também estar ligado ao seu convívio social. É certo nos dias de hoje, nós vermos na mídia inúmeras propagandas de alimentos ricos em calorias e carboidratos, que com o passar dos anos vem se expandindo e nos matando cada dia mais. Vale ressaltar a apelação para o público infantil que sempre quer o lanche, por conta de um brinquedo ou qualquer outro brinde que irá distraí-lo enquanto estiver comendo. Isso se justifica em pesquisas que mostram que a obesidade infantil está ligada diretamente com o consumo de alimentos que alem de ricos em carboidratos e gorduras, tem em grande parte de sua composição açúcares.

Obesidade infantil com fast food
Fonte: Nomadize/flickr.com

Estes estudos alem de concluir que a má alimentação é aliada direta do aumento de peso, também conclui sobre a péssima influência que esses veículos de comunicação causam em nossas crianças.

Percentual de gordura na obesidade infantil
Fonte: Jornal Brasil em Folhas/flickr.com

É importante ressaltar que a obesidade infantil nunca vem só, sempre está acompanhada de outros males silenciosos como a hipertensão arterial e o colesterol elevado. Então, cuide bem da sua alimentação para que você sirva de exemplo para seus filhos, mostre a eles que não é necessário viver para comer e sim, comer para viver.

Gostou das dicas, ainda tem muito mais pra você. Compartilhe com seus amigo, conta pra eles o que você aprendeu conosco. Até logo!

Texto escrito por: Fabio Lamego – Profissional de Educação física com especialização em Fisiologia e Treinamento, Método Pilates e Acupuntura. Divide em cada artigo um pouco do que aprendeu durante sua jornada acadêmica e o que já viu em suas andanças pelo mundo a fora. “Passe as informações a diante”.

Deixe seu comentário...